Entretenimento Escolha do editor Notícias

Entenda o escândalo de Ed Westwick, acusado de abuso sexual

Entenda o escândalo de Ed Westwick, acusado de abuso sexual

Essa publicação contém gatilhos de estupro. Não recomendamos a leitura a pessoas sensíveis ao assunto.

Conhecido por interpretar Chuck Bass na série Gossip Girl, o ator britânico Ed Westick foi quatro vezes acusado de abuso sexual, mas se livrou de todos os processos por falta de provas.

Entenda o caso:

Tudo começou em 2017, quando a atriz Kristina Cohen revelou que, três anos atrás, havia sido estuprada por Ed Westick. Em seu relato, ela conta que na época o seu namorado, um produtor, era amigo de Ed e a levou ao apartamento do ator.

Kristina conta que Ed Westwick sugeriu um sexo a três, o que a deixou bastante incomodada e a fez querer ir embora. Ele insistiu para que o casal ficasse ao menos para o jantar, o que Kristina acabou aceitando relutantemente já que seu namorado não queria que Ed se sentisse mal por eles partirem cedo.

Ela estava se sentindo cansada e Ed sugeriu que ela se deitasse um pouco no quarto de hóspedes para descansar, onde ela acabou dormindo.

Nas palavras dela: “Fui acordada abruptamente por Ed em cima de mim… Eu disse a ele para parar, mas ele era forte. Eu estava paralisada, apavorada. Eu não conseguia falar, não conseguia mais me mover. Ele me segurou e me estuprou.”

O texto completo foi publicado no Facebook da atriz, onde ela recebeu pouco apoio do público, alegando que ela estava mentindo.

Após as acusações, Ed Weswick foi a publico em seu Instagram, divulgando uma carta aberta na qual dizia não conhecer a atriz, tampouco ter estuprado alguma mulher. A publicação não se encontra mais em seu perfil.

Mais duas acusações de estupro foram realizadas: Aurélie Wynn, outra atriz, conta que passou por uma situação parecida ao ser forçada a ter relações sexuais com ele. A assistente administrativa Rachel Eck também revela ter sido estuprada por ele durante uma festa em um hotel.

A quarta acusação foi em março de 2018, com a estilista Haley Camille Freedman acusando o ator de tê-la mantida como escrava sexual por 48 horas.

Em seu relato, conta que em 2014 ela e um grupo de amigos participaram de uma festa na casa de Ed. Todos foram embora, mas ela ficou e teve relações sexuais com ele, que se mostrou violento, batendo e cuspindo nela durante o ato. A estilista conta que acordou no dia seguinte sem ter noção de onde estava, acreditando ter sido dopada por ele, e que foi forçada a manter relações com ele pelos próximos dois dias, sofrendo contusões e sangramentos.

Mesmo após quatro acusações, Ed Westwick nunca foi indiciado. A promotoria de Los Angeles alega “falta de evidências criminais”, inocentando o ator.

Blair Berk, advogado de Weswick, contou ao TMZ na época: “As evidências foram claras desde o início, que cada uma das alegações feitas por essas três mulheres eram absolutamente falsas. É uma pena que haja quem julgue este caso e que tenha demorado mais de 8 meses para que Ed fosse oficialmente inocentado de todas essas acusações. Espero que aqueles que fizeram um julgamento tão rápido aqui, sem saber nada sobre as abundantes evidências de inocência neste caso, hesitem na próxima vez antes de acusarem publicamente alguém que não cometeu delito algum.”

Na época das acusações, Ed Westwick foi substituído pelo ator inglês Christian Cooke no elenco da série Ordeal by Innocence, da BBC. Isso não o impediu, entretanto, de participar do elenco da segunda temporada de White Gold pela BBC Two, em 2019.

Jessica Szohr, ex-namorada de Ed Westwick e que também trabalhou com ele no elenco de Gossip Girl, o defende:

“É um assunto difícil agora para qualquer um que esteja envolvido em qualquer um dos lados. Eu nem sei como responder, se é que eu deveria, porque não quero que nada fique distorcido, porque conheço Ed há anos e sei como ele é adorável, e acho que ele nunca deixaria alguém em uma posição como essa.

É só que é uma coisa delicada e difícil, dessas que você reza para que não seja verdade e que, mesmo de fora, com todos esses tópicos diferentes surgindo, fico feliz que haja um aviso sendo colocado nisso para as mulheres que estão passando.

Mas também acho que é uma coisa delicada e louca porque algumas pessoas estão entrando em situações diferentes e não estão se revelando verdadeiras. Então é como, bem, por que as pessoas estão inventando, porque isso afasta as garotas que estão passando por isso. E também é difícil voltar e tentar obter evidências de coisas que aconteceram há tanto tempo.

Mas eu o conheço bem e o conheço há anos e achei isso chocante. E espero que não seja verdade, mas também me sinto mal por quem está nessa situação, pelas mulheres que têm que lidar com isso, pelas situações que são verdadeiras.

A opinião do público é dividida entre aqueles que acham que Ed Westwick deveria pagar por seus crimes de abuso sexual e aqueles que acreditam na inocência do ator.