Filmes Notícias

Monique Coleman fala sobre representatividade em High School Musical

Monique Coleman fala sobre representatividade em High School Musical

Monique Coleman interpretou Taylor McKessie em High School Musical. O filme foi lançado em 2006 e, naquela época, não se falava tanto em representatividade quanto nos dias de hoje, mas a personagem foi muito importante para que garotas negras se sentissem incluídas nesta que foi uma das maiores franquias dos anos 2000.

No entanto, Coleman revela que a equipe de figurinistas da série não sabia muito bem como trabalhar com cabelos negros e em entrevista recente, agora aos 40 anos de idade e no aniversário de 15 anos do filme, ela volta no tempo em entrevista ao Insider para falar sobre como foi aquela época.

“Crescemos muito nesta indústria e crescemos muito em representação e muito em termos de compreensão das necessidades de uma atriz afro-americana. Mas a verdade é que eles fizeram meu cabelo, e muito mal na parte da frente.”

Ela, no entanto, revela que o pessoal que cuidava dos guarda-roupas da Disney eram muito abertos a sugestões do elenco e, portanto, aceitaram a sua sugestão de incorporar tiaras ao visual da personagem. A ideia de Coleman deu tão certo que acabou se tornando a marca registrada de Taylor, replicada por muitas outras garotas na época.

Ela comenta que também ajudou a criar o visual de Taylor para o número final do primeiro filme, We’re All in This Together, e que teve como inspiração o clipe de Baby One More Time, da Britney Spears, para dar a sua personagem uma camisa social e saia plissada.

Enquanto discutia sobre ainda muito presente legado de High School Musical, Monique Coleman disse ao Insider que se ente grata pela oportunidade de ter interpretado Taylor e ter sido uma modelo para fãs negras que raramente se viam refletidas na tela. Em suas palavras:

“Estou muito grato por ter sido alguém que foi capaz de trazer representação em um momento em que não havia muita, e estou muito feliz quando vejo esta próxima geração de jovens artistas e há muito mais espaço para pessoas de cor. Isso significa muito para mim, especialmente porque Taylor é uma personagem dinâmica e a pessoa mais inteligente da escola, e tudo isso em uma época em que, muitas vezes, as personagens de garotas negras tendiam a ser aquelas que tinham uma personalidade forte ou eram atrevidas. E eu apreciei que não era por isso que as pessoas amavam Taylor. Eles a amavam porque ela era inteligente e apoiavam. E definitivamente significa muito para mim que as pessoas a vejam. Houve Taylor antes dos Obama serem uma coisa. Portanto, não tínhamos pessoas a quem nos inspirar. Então, saber que esta geração deve respeitá-la é realmente especial para mim.”

Fonte: Yahoo! News