Notícias

Whatsapp é vítima de hackers e pede para que usuários atualizem o aplicativo

É, parece que nem o mensageiro instantâneo mais famoso conseguiu se livrar de ataques maliciosos. Nesta segunda-feira (13), o site Financial Times reportou uma falha que permitiu que invasores injetassem um programa de monitoramento nos smartphones dos usuários, vasculhando dados, conversas e tendo acesso à câmera e ao microfone dos usuários.

Segundo o veículo, o ataque ocorre via chamada telefônica e a ferramenta foi desenvolvida por uma empresa chamada NSO Group, que tem sede em Israel.

O que torna a situação ainda mais grave é que mesmo que os usuários não atendam a chamada, ainda assim o software malicioso pode ser injetado no celular. E adivinhem? As chamadas somem dos registros, ou seja, você pode nem saber se foi vítima ou não do ataque. Corram para atualizar o aplicativo, não quero ninguém que não seja eu de olho na vida de vocês, vou ficar com ciúmes!